Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Single Pair Ethernet Útil em Edifícios

Single Pair Ethernet está criando altas expectativas. Onde a nova tecnologia pode revelar seus benefícios? Por exemplo, na automação predial. Mas muita paciência será necessária até que o SPE esteja padronizado e pronto para uso.

4 MIN READ

Tecnologia chave na Internet das Coisas

Autores especializados estão relatando um potencial revolucionário. A Single Pair Ethernet (SPE) abrirá novas dimensões na transmissão de dados Ethernet/IP, dizem eles. Especialistas concordam: O SPE está se tornando uma tecnologia chave independente de aplicação e barata na Internet das Coisas (IoT) e na Internet Industrial das Coisas (IIoT).

O SPE requer – como o nome sugere – apenas um par trançado para a transmissão de dados. Um cabo fino de dois núcleos e um pequeno conector são tudo o que é necessário para o cabeamento. As distâncias do link variam entre 15 e 1000 metros. O espectro da banda varia de 10 Mbit/s a 1 Gbit/s. O cabeamento SPE deve ser capaz de fornecer equipamentos terminais com até 50 Watts de energia elétrica via Power over DataLine (PoDL).

Graph: R&M

Processo de padronização em andamento

Vários comitês estão trabalhando em alta pressão sobre as normas. Diversos sistemas de conectores foram especificados. O IEEE definiu seis protocolos de transmissão e quatro distâncias de transmissão. Mas nem a influência do fornecimento remoto de energia nem a implementação da capacidade de múltiplas quedas foram adequadamente abordadas até agora – com este blog sendo publicado no segundo trimestre de 2020.

As condições estruturais atuais são muito diferentes. No que diz respeito às expectativas, deve-se notar, acima de tudo, o seguinte:

  • A SPE não deve e não pode substituir a interface universal da rede RJ45. Nós da R&M vemos o SPE como uma extensão para o RJ45.
  • O SPE pode substituir a tecnologia de barramento de campo. Entretanto, ele não é adequado para a infraestrutura LAN (independente da aplicação) em edifícios, para transmissão de dados em banda larga ou mesmo para o backbone em redes de dados locais.
  • Atualmente não há uma solução uniforme para os sistemas de conectores. A R&M suporta a solução mais adequada para uma aplicação. Este pode ser um dos sistemas de conectores definidos pela padronização, mas pode não ser. Para aplicações industriais a R&M suporta os objetivos da SPE System Alliance, mas a empresa está mantendo todas as opções em aberto quando se trata de automação predial.

Graph: R&M

Teto Digital

Se você olhar mais profundamente para o cabeamento de edifícios, surgem possibilidades de aplicação úteis e promissoras. Especificamente, estamos nos referindo ao teto digital, ao cabeamento de teto estruturado e à automação predial digitalizada.

Um único par Ethernet poderia conectar muitas pequenas aplicações IoT com a rede de dados Ethernet/IP através dos pontos de serviço das zonas de tetos digitais. Por exemplo:

  • Sensores de luz, temperatura, fumaça e ar
  • Controles para janelas, fechaduras e persianas

A R&M recomenda dois modelos para a integração rápida e econômica do SPE no Teto Digital (ver figura). Um switch 10Base-T1 é utilizado como ponte entre o SPE e a LAN. Ele é posicionado tanto na zona como no distribuidor de piso. A R&M descreve mais especificações na revista especializada Connections No. 58.

All over IPEdificio DigitalEthernet de Par únicoInternet das CoisasTeto Digital

Contacte-nos

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Isso também pode ser de seu intesse

Cidades Inteligentes: Viável somente com Fibra Óptica

Você está planejando a infraestrutura para uma cidade inteligente? Então é melhor começar com as redes FO. Descubra aqui o porquê.

6 MIN READ

Lido Recentemente

Send this to a friend